2ª Edição do Concurso Realize o Seu Sonho

 

O Concurso Realize o Seu Sonho, desenvolvido pela Associação ACREDITA PORTUGAL é um Concurso que apoia o desenvolvimento e implementação de projectos empreendedores. As inscrições fecharam no dia 17 de Maio e tendo sido possível obter 2965 candidaturas de 224 Concelhos, representando 73% dos Concelhos de Portugal. Neste momento está a decorrer o processo de selecção dos projectos, que culminará no dia 16 de Novembro, numa Cerimónia de Entrega de Prémios, que terá lugar no Centro de Congressos de Lisboa, num auditório com capacidade para 1.500 pessoas. O Júri do Concurso é constituído pelo Dr. Francisco Pinto Balsemão, Prof. António Câmara, Prof. António Gomes Mota, Dr. Manuel Forjaz, Dr.ª Vera Pires Coelho, Prof. Tomaz Morais, Dr.ª Isabel Jonet, Dr. José Miguel Queimado e Dr. Paulo Taylor.

 

 

EMPREENDEDORISMO &

INOVAÇÃO

 

O empreendedorismo e a inovação são objectivos prioritários para o desenvolvimento e para o aumento da competitividade da economia nacional.

Apesar dos progressos que estas matérias têm vindo a conhecer nas últimas décadas, verifica-se que existem dificuldades estruturais, que acarretam impactos negativos na capacidade de recuperação económica. Neste contexto, o empreendedorismo e a inovação carecem de uma intervenção prioritária e especialmente direccionada para as actividades de índole empresarial, indo além dos campos da investigação e da ciência. Pretende-se a promoção de uma atitude inovadora, em todas as suas vertentes, fazendo desta um factor primário na avaliação dos projectos apoiados por dinheiros públicos, considerando o bom posicionamento dos mesmos em face das melhores práticas internacionais.

Neste sentido foi aprovado o Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 54/2011, que assenta em quatro pilares fundamentais:

- no alargamento das competências da população, incluindo a população jovem e a socialmente desprotegida, das empresas e da Administração Pública;

- na dinamização da inovação, designadamente ao nível de produto, processos e tecnologia, por forma a promover a competitividade das empresas portuguesas;

- no estímulo ao empreendedorismo, promovendo um contexto favorável ao surgimento de projectos empreendedores e ao seu sucesso;

- na promoção destes objectivos através de adequados instrumentos de financiamento, com uma repartição justa dos fundos disponíveis pelas iniciativas de excelência.

Cabe ao Ministro da Economia e do Emprego a implementação deste Programa Estratégico, no âmbito do qual é estabelecido o Conselho Nacional para o Empreendedorismo e a Inovação (CNEI), na Resolução do Conselho de Ministros n.º 55/2011. O CNEI tem por missão aconselhar o Governo em matérias relacionadas com a política nacional para o empreendedorismo e para a inovação, competindo-lhe, em particular, propor a definição das áreas e dos sectores prioritários no âmbito destas políticas, bem como a articulação transversal e interministerial nas áreas da inovação, do empreendedorismo e da investigação aplicada.

 

 

 

Concurso de Ideias e Planos de Negócio Arrisca.C 2011 - Mais de 100 000 € em Prémios

 

Este concurso, promovido pela Universidade de Coimbra, visa estimular o desenvolvimento de conceitos de negócio em torno dos quais se perspective a criação de novas empresas. Podem concorrer pessoas singulares ou colectivas que tenham por objectivo explorar uma ideia ou plano de negócio. As candidaturas podem ser individuais ou apresentadas por equipas até 5 elementos de promotores da ideia apresentada a concurso, em que pelo menos um dos promotores seja estudante ou recém-diplomado há menos de três anos de qualquer Instituição de Ensino Superior do país. É dada liberdade total de escolha quanto ao tipo de oportunidade de negócio a seleccionar por cada candidato que deseje apresentar-se a concurso numa das tipologias do concurso.

IFDEP E AIP DESENVOLVEM ACÇÃO DE FORMAÇÃO "INCOTERMS"

 

No dia 15 de Junho em Coimbra terá lugar mais uma acção de formação conjunta AIP / IFDEP subordinada ao tema INCOTERMS.formacao_aip

 

Entrou em vigor a 01 de Janeiro de 2011 a nova versão Incoterms 2010, que apresenta mudanças significativas e com impacto para as empresas.

É objectivo deste seminário, dar a conhecer as novas condições e regras de compra e venda internacional e fornecer aos participantes, conhecimentos essenciais que os habilitem a uma correcta análise comparativa dos novos termos vigentes desde 01/01/2011, dotando-os assim de maior capacidade negocial.

REDE RSOpt em Coimbra dia 13 de Abril - Participe

 

A REDE RSOPT assume como missão prioritária trabalhar as diferentes dimensões da responsabilidade social criando e tratando indicadores, realizando e divulgando estudos, promovendo formação e campanhas de informação e sensibilização.

Promover a convergência e disseminação de conhecimentos e práticas de RSO é o seu grande desafio.

 

DALIFAL é Case Study

 

A intervenção da equipa de consultoria do IFDEP na empresa DALIFAL formacao_aip será alvo de análise pormenorizada no âmbito da obra "Análise Estratégica de PMEs" coordenada pelo Prof. Doutor Crespo de Carvalho. Este facto constitui mais um reconhecimento público do trabalho desenvolvido pelo IFDEP no apoio às organizações nacionais.

IFDEP E BUREAU VERITAS ESTABELECEM PARCERIA

 

O IFDEP estabeleceu um protocolo que possibilita a todos os seus associados condições vantajosas na aquisição de serviços da BUREAU VERITAS. O protocolo prevê igualmente a possibilidade do desenvolvimento de iniciativas conjuntas

BOLSEIRA CERTIFICADA APÓS IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO PELO IFDEP

 

A empresa BOLSEIRA com sede em Oliveira do Bairro viu certificado o seu sistema de gestão de qualidade segundo a NP EN ISO 9001:2008. A intervenção na empresa foi conduzida pelo IFDEP e a sua equipa de consultores de qualidade no âmbito do Programa MOVE PME.

SOCÉRTIMA CERTIFICADA APÓS IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO PELO IFDEP

 

A empresa SOCÉRTIMA com sede em Anadia viu certificado o seu sistema de gestão de qualidade segundo a NP EN ISO 9001:2008. A intervenção na empresa foi conduzida pelo IFDEP e a sua equipa de consultores de qualidade no âmbito do Programa MOVE PME.

ORIMA CERTIFICADA APÓS IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO PELO IFDEP

 

A empresa Mário Miranda de Almeida SA (ORIMA) com sede em Cantanhede viu certificado o seu sistema de gestão de qualidade segundo a NP EN ISO 9001:2008. A intervenção na empresa foi conduzida pelo IFDEP e a sua equipa de consultores de qualidade no âmbito do Programa MOVE PME.

ADES e IFDEP estabelecem protocolo em prol do tecido empresarial da Região

 

A ADES (Associação Desenvolvimento do Sabugal) e o IFDEP (Instituto para o Fomento e Desenvolvimento do Empreendedorismo em Portugal) estabeleceram um protocolo com vista ao desenvolvimento de uma acção de Formação de Empresários no concelho do Sabugal.

 

Através deste protocolo será possível a 13 empresários beneficiarem de um programa de formação e consultadoria dinamizado pelo IFDEP em parceria com a AIP (Associação Industrial Portuguesa).

Esta Iniciativa tem como objectivo reforçar e desenvolver as competências dos empresários de micro e pequenas e médias empresas (PME), através da realização de acções de formação e de aconselhamento que respondam às suas necessidades, visando a melhoria da sua capacidade de gestão e o aumento da competitividade, modernização e capacidade de inovação das respectivas empresas.

São destinatários da presente Iniciativa os empresários cujas empresas empreguem um número de trabalhadores inferior ou igual a 100, independentemente do nível de escolaridade.

A conclusão, com aproveitamento, confere ao respectivo beneficiário o direito à emissão de um certificado de formação e à atribuição de uma capitalização das unidades de formação realizadas, para um ou mais do que um percurso de dupla certificação.

 

A metodologia do programa assenta num ciclo de seminários abrangendo temas como liderança e organização do trabalho, estratégia e instrumentos de apoio à gestão tendo a duração de 75 horas. Paralelamente, cada empresário beneficiará de 50 horas de aconselhamento individual nas próprias empresas.

IFDEP ESTABELECE PARCERIA COM CLDS ÉVORA

 

O IFDEP - Instituto para o Fomento e Desenvolvimento do Empreendedorismo em Portugal e aCáritas Diocesana de Évora estabeleceram um protocolo com vista ao desenvolvimento conjunto de várias acções no distrito de Évora.

A primeira acção visível deste protocolo é o Programa FAME. O FAME é um Programa de Formação e Consultadoria de Apoio à Criação de Empresas, destinado a apoiar mulheres empreendedoras. O programa destina-se a mulheres, que pretendam integrar o mercado de trabalho através da criação do próprio emprego e que queiram apostar na concretização das suas ideias de negócio. O modelo de actuação do FAME promovido pelo IFDEP assenta na combinação de vários eixos de apoio. A necessidade de intervenção ao nível do desenvolvimento das competências das pessoas ligadas aos novos projectos, assume-se como factor central para o alcance dos objectivos estabelecidos e para a promoção do espírito empreendedor e da capacidade de iniciativa individual.

O Programa FAME é desenvolvido a nível nacional desde 2004, tendo até ao momento abrangido mais de 300 participantes. Ao longo deste período foi possível envolver aproximadamente 70 participantes em novos projectos empresariais.

Na cidade de Évora foram 12 as participantes que concluíram com sucesso a componente formativa, estando actualmente a preparar os seus planos de negócio, etapa que precede a criação das empresas. No âmbito do Programa FAME será ainda atribuído um prémio financeiro no momento de criação das empresas.

Esta é uma primeira oportunidade de colaboração no âmbito do protocolo estabelecido, prevendo-se igualmente um vasto conjunto de actividades que passam pela dinamização de acções de sensibilização para o empreendedorismo e esclarecimentos relativos a domínios mais operacionais ligados à gestão de empresas (fontes de financiamento, marketing, obrigações legais na constituição de uma sociedade, gestão de recursos humanos, …), entre muitas outras iniciativas.

O IFDEP encontra-se actualmente a colaborar com o PROVERE “Zona dos Mármores estando previsto o desenvolvimento de um conjunto alargado de projectos em prol do empreendedorismo em vários municípios destas regiões.

 

Do PROVERE “Zona dos Mármores” fazem parte os municípios de Alandroal, Borba, Estremoz, Sousel e Vila Viçosa. O PROVERE é um instrumento desenvolvido pelo Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional para estimular iniciativas dos agentes económicos orientadas para a melhoria da competitividade territorial de áreas de baixa densidade que visem dar valor económico a recursos endógenos e tendencialmente inimitáveis do território: recursos naturais, património histórico, saberes tradicionais, etc. A finalidade principal do PROVERE “Zona dos Mármores” reside na valorização do mármore, um dos principais recursos da indústria extractiva ao nível nacional e com enorme relevância na economia do Alentejo, intervindo em temáticas muito direccionadas: ambiente, empresas, recursos humanos, mercados e actividades complementares. “Ao incentivar o diálogo entre diferentes agentes públicos e privados e ao promover a articulação das iniciativas previstas para uma dada região em torno de um determinado recurso endógeno, o PROVERE possibilita uma gestão mais eficiente dos dinheiros públicos e do mesmo modo potencia a obtenção de melhores resultados globais” refere Miguel Carreto (Vice-Presidente do IFDEP) A intervenção do IFDEP será realizada no domínio do empreendedorismo estando previsto o desenvolvimento de vários projectos como por exemplo: Programa Empreender na Escola, Programa de Apoio ao Micro-Empreendedorismo e ainda o Programa Organizações Empreendedoras.

IFDEP colabora com Municípios do Vale do Côa

 

O IFDEP encontra-se a colaborar com o PROVERE “Turismo e Património no Vale do Côa” estando previsto o desenvolvimento de um conjunto alargado de projectos em prol do empreendedorismo em vários municípios desta região. De relembrar que o PROVERE é um instrumento desenvolvido pelo Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional para estimular iniciativas dos agentes económicos orientadas para a melhoria da competitividade territorial de áreas de baixa densidade que visem dar valor económico a recursos endógenos e tendencialmente inimitáveis do território: recursos naturais, património histórico, saberes tradicionais, etc.

 

O PROVERE “Turismo e Património no Vale do Côa” é composto pelos seguintes municípios: Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Meda, Mogadouro, Pinhel, Sabugal, Torre de Moncorvo, Trancoso, Vila Nova de Foz Côa. Com esta iniciativa pretende-se projectar o Côa, património histórico e cultural com estatuto de Património Mundial (Gravuras do Côa e Douro Vinhateiro), enquanto motor de atractividade nacional e internacional e de desenvolvimentos de produtos turísticos competitivos. A confluência única e sistémica num mesmo território de arte rupestre inimitável, de património medieval rico, enquadrados por um património natural preservado e de grande beleza, coexistindo em verdadeira sintonia e simbiose constitui o recurso endógeno que orienta o programa de acção para esta região. O IFDEP intervirá no fomento do empreendedorismo e da competitividade das empresas da região. Como refere Miguel Carreto (Vice-Presidente do IFDEP) “A lógica de actuação do IFDEP desenvolve-se tendo por base o conhecimento de que existem necessidades diferenciadas no curto e médio / longo prazos. Para diferentes necessidades e para diferentes públicos existem diferentes programas. Alguns procuram essencialmente promover alterações culturais e são dinamizados em estabelecimentos do ensino secundário com vista a promover resultados no longo prazo. São acções promovidas junto dos alunos e que visam essencialmente introduzir pela primeira vez e de forma descontraída o termo empreendedorismo. Outros programas têm um cariz mais imediatista visando apoiar potenciais empreendedores a criar os seus negócios. Mas o empreendedorismo não se esgota na sensibilização e criação de novas empresas. Também as organizações existentes têm em muitos casos de inverter a sua estratégia criando condições para se assumirem como organizações empreendedoras. É preciso promover o desconforto na organização e uma lógica de permanente mudança. Muitas empresas estão totalmente acomodadas desenvolvendo as suas actividades como as realizavam há 40 ou 50 anos. Os tempos são de mudança e não se coadunam com esta atitude.”.

TAXA DE EMPREGABILIDADE DE 82% DO PROGRAMA INOV|PME, SUPEROU MÉDIA NACIONAL

 

 

Na sessão pública de balanço e apresentação de novos objectivos dos programas InovJovem e InovContacto, no Pavilhão de Portugal, Parque das Nações, José Sócrates considerou os programas de estágios profissionais destinados a jovens «um sucesso», prometendo o reforço de vagas e dos investimentos do Estado. A nível nacional, no que diz respeito à medida “Formação e Estágios em PME”, a taxa de empregabilidade foi de 74%, dando a oportunidade a mais de 2800 jovens com qualificação superior, de desenvolverem as suas competências profissionais. Das várias entidades que dinamizaram estas acções e cujos programas de estágios profissionais já estão concluídos verifica-se, em termos médios, uma taxa de empregabilidade de 65%. No entanto, prevê-se que esta taxa venha a aumentar até Junho de 2008, com a integração de mais jovens na vida activa.

 

Os formandos do programa INOV|PME, dinamizado pelo IFDEP, estiveram presentes nesta iniciativa e demonstraram a sua satisfação. Após terminado o período de estágio, 82% dos jovens que frequentaram as diferentes acções do programa INOV|PME, ficam integrados nas respectivas empresas.

O IFDEP assina Declaração “Compromisso com a Igualdade”

 

O IFDEP assinou em Abrantes a Declaração “Compromisso com a Igualdade”. Esta cerimónia que contará com a presença do Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros pretende enaltecer a importância da promoção da qualificação das mulheres, da empregabilidade e do empreendedorismo feminino. A concretização de uma efectiva igualdade entre homens e mulheres é uma dimensão fundamental da protecção e promoção dos direitos da pessoa humana e constitui um forte indicador da democracia. De salientar que o IFDEP é uma das organizações a nível nacional com maior experiência no domínio do empreendedorismo feminino mediante a realização de diversas acções do Programa FAME.

IFDEP ADERIU À ASSOCIAÇÃO DE BIC´S – BUSINESS INNOVATION CENTER

 

O IFDEP aderiu à Associação dos Centros de Empresae Inovação Portugueses, entidade que congrega os BIC - Businessand lnnovation Centres nacionais. Esta instituição tem por fim congregar os European Business and lnnovation Centres, reconhecidos como talpela Comissão Europeia e que possuam sede em território nacional, com o objectivo de potenciar a sua actividade através de uma estrutura única que permita a realização concertada de acções conjuntas, partilhando recursos, metodologias, meios, actividades e experiências.

 

Para António Henriques, Presidente do IFDEP, a formalização da adesão a esta instituição é a consequência natural de um relacionamento de cooperação que há muito vinha sendo mantido, e que agora se vê alargado a toda a rede de BIC´s, permitindo a partilha das inúmeras actividades que o Instituto desenvolve a nível nacional na promoção do empreendedorismo e no apoio à criação de empresas.

 

A integração nesta rede europeia é um das muitas iniciativas de cooperação que o IFDEP está desenvolver com inúmeras instituições nacionais e internacionais. No plano regional, o IFDEP é simultaneamente uma das instituições promotoras do projecto de criação do “BIC Centro”, sublinhando a importância desta estrutura enquanto um instrumento de Desenvolvimento regiona ao nível do Empreendedorismo, da Inovação, da Criação e Modernização das PME’s. .

 

Saiba mais em: www.bics.pt

IFDEP estabelece parerias europeias em Seminário Contacto em Itália

 

 

"A Entrepreneurship in adult education: to turn creative and innovative ideas into action"

 

O Seminário teve lugar em Nápoles (Itália) de 1 a 5 de Outubro, o objectivo primordial deste seminário foi promover parcerias de aprendizagem, partilha de conhecimentos e experiências entre diferentes entidades europeias. Ao longo do seminário foram criados grupos de trabalho que desenvolveram projectos nos quais o empreendedorismo signifique antes de mais nada a capacidade de transformar ideias inovadoras e criativas em acções.

 

Este seminário faz parte de um conjunto de actividades desenvolvidas pela Agência Nacional para a Gestão do Programa Aprendizagem ao Longo Vida no âmbito do Grundtvig, um programa que visa melhorar a qualidade e a dimensão europeia da educação de adultos através da realização de diferentes actividades de cooperação a nível europeu. O Grundtvig atende ainda às necessidades de ensino e de aprendizagem dos intervenientes em todas as formas de educação de adultos, bem como dos estabelecimentos e organizações que fornecem ou promovem essa educação.

 

 

1

2

3

4

IFDEP

FAME

:: MORADA

 

Rua da Guiné nº 40, 3º Dto

3030-054 Coimbra

PORTUGAL

 

t. +351 239 403 030

f. +351 239 403 040

:: EMAILS

 

Geral: geral@ifdep.pt

Formação: formacao@ifdep.pt

Recursos Humanos: rh@ifdep.pt

Programa EGE: ege@ifdep.pt

Fame: fame@ifdep.pt

Direc Financeira: financeiro@ifdep.pt

:: COORDENADAS GPS

 

Latitude: 40.1988715º

Longitude: -8.4061610º

 

URL: www.ifdep.pt